A importância do Fluxo de Caixa para as empresa

Em 18/10/2021
A importância do Fluxo de Caixa para as empresa

Fonte: www.administradoes.com.br

 

O Fluxo de Caixa nunca teve tanta importância para as empresas como nos dias atuais. Na atual conjuntura econômica e com o avanço do Covid-19 nos últimos anos, o fluxo de caixa tornou-se cada vez mais uma das ferramentas mais utilizadas pelos gestores financeiros. Manter uma previsão de recebimentos e pagamentos tornou-se primordial para a sobrevivência das empresas independente do setor de atuação.

 

O fluxo de caixa nada mais é do que o controle dos pagamentos e recebimentos em um determinado período. Através do fluxo de caixa o empresário consegue tomar decisões mais assertivas acerca do negócio, além de prever a sobra ou falta de dinheiro na empresa.

 

A responsabilidade primária pela elaboração do fluxo de caixa é do gestor financeiro. Independente do cargo ocupado (Analista, Supervisor, Gerente, Diretor, Sócio) é o gestor financeiro quem deve efetuar o planejamento e acompanhamento do fluxo de caixa.

 

E como isso é feito? É necessário que a empresa tenha um sistema integrado ou planilha de alta complexidade? É necessário contratar uma Consultoria de alta performance? Não, nada disso é necessário. É possível elaborar e planejar um fluxo de caixa através de uma simples planilha em Excel. Para isso, o primeiro passo é identificar quanto de caixa a empresa tem disponível na data atual, e elaborar uma previsão dos desembolsos financeiros (pagamentos) e previsão de recebimentos para os próximos dias ou para os próximos meses. Feito isso, é necessário fazer o acompanhamento diário ou semanal do fluxo de caixa e realizar os ajustes, caso necessário.

 

Manter um controle do fluxo de caixa é um dos maiores desafios para qualquer empresa. Para isso, é necessário uma integração entre a área financeira e as demais áreas da empresa visando sempre um adequado planejamento financeiro. É de suma importância, por exemplo, que ao negociar um desconto na compra matéria-prima, a área de Compras esteja conectada com o Financeiro questionando se essa negociação é viável do ponto de vista de caixa da empresa. Pode ocorrer, por exemplo, da área de Compras conseguir uma negociação com para pagamento de mercadoria à vista e com elevado desconto financeiro, mas mesmo assim, ser mais vantajoso adquirir a mercadoria à prazo sem o desconto, devido à liquidez no caixa da empresa. Tudo irá depender situação a situação e a integração do Financeiro com as demais áreas é de suma importância para o correto planejamento financeiro.

 

Existe a famosa frase de que "o que quebra uma empresa é o caixa" - ou a falta de caixa, e isto não deixa de ser uma verdade. Veja o exemplo de inúmeras empresas que foram à falência porque não possuíam dinheiro para a sobrevivência do negócio. Na contramão, existem as empresas que possuem um planejamento financeiro tão bem estruturado que conseguem se expandir e crescer de maneira extraordinária. Talvez um dos casos mais emblemáticos seja o da Ambev, que com uma boa gestão de caixa e foco no resultado conseguiu sair de uma 2ª colocada no mercado cervejeiro brasileiro (na época, atrás da Antarctica), para liderança no mercado global.

 

Manter uma boa gestão de caixa deixou de ser um privilégio e passou a ser uma obrigação para qualquer empresa. Não importa se a sua empresa é uma multinacional, se é uma startup ou se você iniciou o negócio neste momento. Gerir o caixa de maneira eficiente é um dos segredos de sucesso de qualquer negócio.